quarta-feira, 17 de outubro de 2012


Hélder Postiga apontou o tento do empate.
Empate inesperado.

A Selecção Nacional não conseguiu vencer e perdeu oportunidade d se isolar no segundo lugar do Grupo F da zona europeia de apuramento para o Campeonato do Mundo de 2014. Portugal empatou (1-1) na recepção à Irlanda do Norte, debaixo da intensa chuva que se abateu sobre um Estádio do Dragão completamente cheio. A Rússia lidera o agrupamento com mais cinco pontos que Portugal e Israel.

A formação lusa começou bem o jogo, com Miguel Lopes e Cristiano Ronaldo a rematarem de fora da área, mas ao lado nos primeiros dois minutos. Estava dado o mote para uma noite em que os remates teimavam em não levar o melhor destino. Seguiram-se muitos cruzamentos para a área norte-irlandesa nos primeiros 15 minutos, mas os centrais adversários estiveram sempre muito bem nas alturas e igualmente eficazes junto à relva.

Com Portugal completamente balanceado no ataque, a Irlanda do Norte tirou proveito de uma transição rápida para surpreender os comandados de Paulo Bento e abrir o activo. No centro do terreno, Jonny Evans descobriu Kyle Lafferty no corredor central da zona intermédia e este fez um compasso de espera até atrair as atenções dos centrais Pepe e Bruno Alves e desmarcar Niall McQuinn. O dianteiro do Aberdeen FC ficou sozinho perante Rui Patrício e marcou sem dificuldade.

A Equipa das Quinas persistiu nos cruzamentos e acabou por conhecer o lance de maior emoção aos 35 minutos, quando Craig Cathcart desviou um cruzamento de João Pereira contra a trave da própria baliza. Aos 58 minutos, após um cruzamento rasteiro de Nani, Cristiano Ronaldo rematou para uma defesa com os pés do guardião norte-irlandês, Roy Carroll.

Seguiram-se dois remates de Hélder Póstiga aos quais Carroll se opôs com eficácia, mas nada pôde fazer quanto ao terceiro, que valeu o empate quando o cronómetro registava 79 minutos. Bruno Alves cruzou largo para a cabeça de Éder - que rendera João Pereira minutos antes - e este amorteceu a bola para a zona frontal, onde estava Nani que tentou o remate.A bola acabou por sobrar para Postiga, que rodopiou e conseguiu o tento por que tanto ansiava.

Silvestre Varela e Nani ainda tentaram surpreender Carroll de longe à procura do tento que desse a vitória, mas nada mais resultou numa noite em que o capitão Cristiano Ronaldo cumpriu a sua 100ª internacionalização.

Nenhum comentário:

Postar um comentário