quarta-feira, 16 de abril de 2014

Paulo Bento até 2016.

A Federação Portuguesa de Futebol e o Selecionador Nacional prolongaram o contrato que liga as duas partes.

A Federação Portuguesa de Futebol comunica que chegou a acordo com o Selecionador Nacional (no ultimo dia 9 de Abril), Paulo Bento, para o prolongamento do contrato que o liga ao organismo que tutela o futebol português.

O vínculo é válido, agora, até ao fim da fase final do EURO 2016, a realizar em França.

“Tal como tenho vindo a dizer, os nossos critérios de avaliação de desempenho do Selecionador Nacional não se prendem exclusivamente com resultados, sem esconder que eles são uma parte muito importante dos objetivos de qualquer treinador. Fizemos, pois, uma avaliação global deste período em que trabalhámos juntos e entendemos que pelos resultados, pelos processos e métodos de trabalho, pelo compromisso com a FPF e pela ligação com as restantes áreas técnicas da nossa estrutura, o Paulo Bento devia prolongar o contrato por mais dois anos. Estamos muito satisfeitos por poder dar continuidade a um projeto que tem dado frutos não só na Seleção A mas também ao nível das outras Seleções. Acreditamos que nos próximos dois anos se continue a desenvolver o bom trabalho de conjunto e a perspetiva abrangente que tem sido adotada em relação ao futebol português e às Seleções Nacionais.”, disse o Presidente da FPF, Fernando Gomes.

“É uma honra e um orgulho enorme poder continuar a servir o meu país como até aqui. Nunca escondi que me sinto muito bem na Federação Portuguesa de Futebol, onde acredito que posso continuar a ser útil no desenvolvimento de um projeto que passa sobretudo pela obtenção de resultados na Seleção A mas que tem também uma vertente estratégica que me agrada muito. Não posso deixar nesta altura de salientar, sem menosprezar a importância de outros elementos da estrutura, que a sintonia de objetivos, procedimentos e valores que tenho com o Presidente Fernando Gomes contribuíram decisivamente para que chegássemos a este entendimento.”, afirmou por seu turno Paulo Bento.

Aveiro acolhe Seleção A.

O arranque da fase de qualificação para o Campeonato da Europa de 2016 vai ter lugar no Estádio Municipal de Aveiro, a 7 de setembro próximo.

Recorde-se que a Equipa das Quinas vai encontrar a Albânia na sua primeira partida de apuramento para o EURO 2016, que terá a França como anfitriã.

Do grupo de Portugal (grupo I) fazem também parte as formações da Arménia, da Dinamarca e da Sérvia.

Ranking FIFA: Portugal no pódio.

A Seleção Nacional subiu ao terceiro lugar da tabela, que continua a ser comandada pela Espanha, seguida pela Alemanha, adversária de Portugal no Mundial.

A Equipa das Quinas subiu uma posição, em relação à classificação apresentada em março, estando agora apenas atrás dos campeões da Europa e do Mundo, a Espanha, e da Alemanha, que encontrará no jogo de estreia na fase final do Campeonato do Mundo, a 16 de junho.

Em relação aos restantes adversários da Equipa das Quinas no grupo G do Mundial, os Estados Unidos estão na 13.ª posição, enquanto Gana ficou-se pela 38.ª.

O próximo adversário da nossa Seleção, a Grécia – comandada pelo português, Fernando Santos, com quem Portugal medirá forças num jogo de preparação a 31 de maio, no Jamor – subiu três lugares, entrando para o “top ten”.

Eis o “top ten” do Ranking FIFA no mês de abril:
1. Espanha: 1460 pts
2. Alemanha: 1340 pts
3. Portugal: 1245 pts
4. Colômbia: 1186 pts
5. Uruguai: 1181 pts
6. Argentina: 1174 pts
6. Brasil: 1174 pts
8. Suíça: 1161 pts
9. Itália: 1115 pts
10. Grécia: 1082 pts

domingo, 6 de abril de 2014

«Ninguém espera que Cristiano Ronaldo faça as coisas sozinho» - Paulo Bento

O selecionador nacional Paulo Bento elogiou Cristiano Ronaldo mas considera que Portugal tem de jogar como equipa e não depender de um só jogador. 

«É natural que esperem muito dele, porque é um jogador capaz de fazes coisas fantásticas, mas sempre disse que, apesar de ser extremamente importante para nós, não espero e ninguém espera que faça as coisas sozinho. Temos que jogar como uma equipa que pode e deve aproveitar as melhores qualidades de cada um», afirmou o técnico em entrevista ao site do jornal O Estado de São Paulo. 

Paulo Bento, que apontou Brasil, Alemanha, Espanha e Argentina como favoritos a vencer o Mundial, diz que espera um forte apoio à seleção portuguesa, quer de portugueses, quer de brasileiros. 

«Estamos muito entusiasmados com o apoio que acreditamos que vamos ter no Mundial, não só dos portugueses e descendentes, mas também dos brasileiros que obviamente vão apoiar a sua seleção, mas que nos vão receber bem». 

O selecionador falou também sobre o primeiro jogo de Portugal no Mundial, frente à Alemanha: «Já jogámos contra eles no primeiro jogo do Euro2012 e, apesar de termos perdido por 1-0, fizemos uma boa exibição. Esperamos repetir o bom jogo, mas desejamos que o resultado não seja desfavorável desta vez.»

sábado, 29 de março de 2014

NOVO EQUIPAMENTO ALTERNATIVO

Equipamento branco e azul oferece um visual sofisticado. Está disponível ao público a partir de dia 3 de abril.

O novo equipamento alternativo de Portugal para 2014 é, de acordo com a Nike, "elegante e luxuoso, inspirado pelo melhor desempenho em termos de inovação".

“Quisemos dar a Portugal um look clássico e sofisticado no seu equipamento alternativo, captando a extravagância e o brilho do futebol que os levou à qualificação para o Brasil”, refere Martin Lotti, diretor criativo da Nike Football.

Com a camisola alternativa branca, os designers da Nike quiseram dar a Portugal um look elegante e feito à medida. 

A nova camisola apresenta uma única gola com dois níveis e punhos azuis. Ao lado do símbolo da Federação Portuguesa de Futebol estão os anos 1914 e 2014, em comemoração do seu centenário.

No interior da gola, junto ao pescoço é apresentada a Ordem de Cristo, cruz portuguesa evocativa que presta homenagem à gloriosa história marítima do país. A cruz estava brasonada nas velas dos barcos dos grandes exploradores portugueses do século XV. 

O nome e os números nas costas da camisola do equipamento alternativo de Portugal foram especialmente criados e inspirados nos tipos de letra antigos, usados na simbologia tradicional portuguesa. O resultado é uma fonte moderna e ao mesmo tempo Art-Déco. 
Os novos calções são azuis. Simples e icónicos, o ajuste é mais fino e mais justo ao corpo, com um corte concebido especificamente para ajudar ao movimento e conforto. Na parte de trás, ao centro, os calções apresentam aberturas a laser para auxiliar à ventilação e à gestão da humidade. As novas meias do equipamento alternativo são brancas.

 “O novo equipamento alternativo é impressionante, o branco tem muito estilo e mal posso esperar por o usar em campo” refere Cristiano Ronaldo, capitão da Selecção Nacional. “É a maior honra representar o país enquanto futebolista e vou utilizar o equipamento nacional com orgulho. Tenho a certeza que este novo equipamento vai dar a toda a equipa confiança para jogar pela nossa nação.”

Sustentabilidade ambiental

Em linha com o compromisso da Nike de garantir uma performance superior com menor impacto ambiental, a camisola, os calções – e pela primeira vez num equipamento nacional, as meias – o tecido é feito a partir de garrafas de plástico recicladas (polyester 100% reciclado nos calções, 96% reciclado na camisola e 78% nas meias).

Cada equipamento é feito usando uma média de 18 garrafas de plástico recicladas. Desde 2010, a Nike retirou mais de 2 mil milhões de garrafas de aterros, o suficiente para cobrir mais de 2800 campos de futebol.

“Incorporar a sustentabilidade ambiental é  a chave no processo de design e desenvolvimento”, afirma Lotti. “O nosso objetivo é criar um equipamento que seja bom para os jogadores e bom para o planeta”.

sábado, 15 de março de 2014

PORTUGAL MANTÉM POSIÇÃO

A Seleção Nacional manteve o quarto posto no Ranking FIFA que continua a ser liderado pela Espanha.

Os outros adversários de Portugal na primeira fase do Mundial-2014 sofreram algumas mudanças na sua classificação, com os Estados Unidos a descerem um lugar, para o 14.º, e o Gana a subir uma posição, para o 35.º.

A próxima atualização do ranking do organismo que tutela o futebol mundial está agendada para 10 de abril de 2014.

quinta-feira, 6 de março de 2014

PORTUGAL 5-1 CAMARÕES

Pauleta felicitou Cristiano Ronaldo.


Mais de oito anos depois, Pedro Pauleta cedeu o título de melhor marcador de sempre da Seleção Nacional a Cristiano Ronaldo. O açoriano, contudo, fez questão de felicitar o camisola 7 da equipa das quinas.

Logo após o final da partida, Pauleta telefonou ao diretor desportivo da Seleção, Carlos Godinho, pedindo-lhe para falar de imediato com Cristiano Ronaldo para felicitar pelo novo recorde.

CR7 tinha acabado de marcar dois golos, passando a somar 49 ao serviço da Seleção Nacional, com mais dois que Pauleta.

quarta-feira, 5 de março de 2014

Paulo Bento garante que a convocatória ainda está em aberto.


Paulo Bento (foto ASF)
O selecionador de Portugal, Paulo Bento, assegurou, esta quarta-feira, que ainda podem existir novidades na convocatória final para o Mundial.

«Vamos continuar a observar o maior número de jogadores e de jogos. Temos uma base e mantido, mas até lá está tudo em aberto», afirmou Paulo Bento.

O selecionador garantiu que a convocatória final ainda está em aberto.

«Não é ter dúvidas. Há jogadores que neste momento não puderam estar connosco e vão estar a competir nos próximos tempos até essa convocatória.»

Paulo Bento também abordou a presença dos jovens valores.

«Os jogadores deram boa resposta, quem fez a estreia (Rafa e Ivan Cavaleiro) acabaram por dar boa resposta e também o William Carvalho, que cumpriu a segunda internacionalização e fez o primeiro jogo a titular.»

«Dá-nos grande confiança ter o melhor do Mundo em grande forma» - Humberto Coelho.


O vice-presidente da Federação Portuguesa de Futebol, Humberto Coelho, considerou que o jogo frente aos Camarões foi um bom teste.

«Foi um bom teste, não só para a equipa em si, mas também pelos jogadores novos. É bom. Mostraram qualidade e boa atitude, fundamental para a Seleção Nacional. É importante para manter o espírito de grupo haver jogadores a aparecer e corresponder ao que se pretende», afirmou Humberto Coelho.

Questionado sobre as expectativas para o Mundial, o «vice» da FPF considerou: «A primeira é fundamental. As eliminatórias são jogos completamente diferentes. Cristiano Ronaldo? Dá-nos grande confiança ter o melhor do Mundo em grande forma.»