sexta-feira, 15 de junho de 2012


Varela considerou que está a viver um momento alto na sua carreira.
Jogo de muitas decisões.

A Selecção Nacional cumpriu, esta sexta-feira, o último treino em Opalenica, na Polónia, antes de rumar a Kharkiv, na Ucrânia, para jogar a partida frente à Holanda, no domingo, da terceira jornada do Grupo B do Euro2012.


No apronto, o Seleccionador Nacional, Paulo Bento, voltou a contar com os 23 jogadores disponíveis, após algumas horas de folga após o treino da véspera.


Miguel Lopes, que na quinta-feira tinha ficado na unidade hoteleira sob medicação para debelar os sintomas gripais, integrou a sessão sem limitações, realizando exercícios de aquecimento com bola.


Após o apronto, que foi teve Eusébio como espectador especial, o extremo Silvestre Varela, que marcou o golo da vitória de Portugal frente à Dinamarca, na quarta-feira, marcou presença na Conferência de Imprensa


“Contas fazem-se no final”
Silvestre Varela alertou para o perigo que a Holanda, “um adversário que está ferido”, representa no último jogo da formação lusa no Grupo B, mas garantiu que Portugal vai preocupar-se “essencialmente” com o seu jogo.


“Penso que toda a gente sabe que a Holanda tem excelentes jogadores, com bastante qualidade. Vamos ter de fazer o nosso jogo, preocuparmo-nos essencialmente connosco, mas ter atenção a um adversário que está ferido”, assumiu o marcador do golo que deu à Selecção Nacional a vitória, por 3-2, frente à Dinamarca.


O extremo assegurou que a Equipa das Quinas quer ganhar no domingo, independentemente do resultado do Alemanha-Dinamarca, e só depois pensar no apuramento, “porque as contas fazem-se no final”.


Varela, que saltou do banco para marcar o golo da vitória na quara-feira, sabe que tem dois concorrentes de peso na luta pela titularidade - “tanto Nani como Ronaldo estiveram muito bem nos dois jogos, são dois jogadores de nível mundial” -, por isso deixa a decisão para Paulo Bento.


“Eu procuro sempre trabalhar para ajudar a equipa a conseguir os objectivos, independentemente de jogar ou não jogar. Cabe ao treinador decidir e a mim trabalhar”, acrescentou, confessando que “qualquer jogador gosta de jogar de início”.


A viver “um dos melhores momentos” da carreira, o internacional luso acredita que pode fazer “mais e melhor” para ajudar Portugal a vencer.


Com a Selecção inserida num grupo “bastante equilibrado”, em que “todos os jogos são decisivos” e em que “os pequenos pormenores fazem a diferença”, e com os jogos da última jornada marcados para a mesma hora, Varela reconheceu que no domingo os jogadores vão viver uma “situação complicada”.


“Vai ser um jogo duro, com certeza. Um jogo de muitas decisões”, previu Varela a propósito do confronto com a Holanda, ainda sem qualquer ponto no Grupo B.


Quando questionado sobre o rendimento do “capitão” Cristiano Ronaldo, o extremo recordou que “o futebol tem de ser jogado em equipa” e que, “quando a equipa está bem, os valores individuais vêm ao de cima”.


“O Ronaldo já mostrou o que vale e não tem de provar nada a ninguém”, disse, elogiando o número 7 português.


Varela destacou ainda a união do grupo, considerando que Portugal tem estado a evoluir muito nos últimos anos.
“Cada vez as pessoas acreditam mais em nós e nós temos de dar provas”, concluiu.


Equipa viaja sábado para a Ucrânia
No sábado, a Equipa das Quinas viaja até Kharkiv, num voo com partida prevista de Poznan às 9h00 (10h00 locais) e chegada à cidade ucraniana às 11h30 (13:20 locais), onde decorrerá, no Estádio do Metalist, a Conferência de Imprensa, com Paulo Bento e um jogador, de antevisão do jogo com a Holanda, antes de novo treino.


A Selecção Nacional vai jogar com a Holanda no domingo, às 19h45 (21h45 locais), num encontro que será arbitrado pelo italiano Nicola Rizzoli, ao mesmo tempo que a Alemanha joga com a Dinamarca, em Lviv, sob arbitragem do espanhol Carlos Velasco Carballo.


O Grupo B é liderado pela Alemanha, com seis pontos, à frente de Portugal e Dinamarca, que contam três, e da Holanda, sem qualquer ponto.

Nenhum comentário:

Postar um comentário