sábado, 8 de outubro de 2011

Nani apontou os dois primeiros golos lusos diante da Islândia

Perto do apuramento.

A Selecção Nacional - Clube Portugal deu um passo importante rumo à qualificação para o UEFA EURO 2012, ao bater em casa a Islândia, por 5-3, no penúltimo encontro do Grupo H.


A jogar perante uma boa moldura humana no Estádio do Dragão, a selecção lusa tentou desde cedo tomar as rédeas do jogo, mas pela frente encontrou uma equipa islandesa atrevida, que poderia inclusive ter chegado à vantagem logo aos seis minutos. Solvi Geir Jonsson cabeceou com muito perigo tendo valido a Portugal uma excelente intervenção de Rui Patrício.


Ainda assim, Portugal conseguiu contrariar o atrevimento dos forasteiros e, aos 13 minutos, chegou ao golo na primeira ocasião de perigo que criou, na sequência de um canto. João Moutinho tocou atrasado para Eliseu, que cruzou para o cabeceamento de Nani, com o extremo a colocar a bola ao poste mais distante.


Aos 19 minutos Cristiano Ronaldo ficou perto do 2-0, após remate à entrada da área, mas aos 21 Nani bisou após um atraso mal medido de Jonsson para o seu guarda-redes. O nº 17 interceptou o esférico e empurrou a bola para o fundo das redes, numa fase em que Portugal já dominava os acontecimentos. Cinco minutos volvidos, Ronaldo ficou novamente perto do golo mas Stefán Magnússon correspondeu com uma excelente defesa.


Aos 31 minutos a Islândia respondeu e Birkir Bjarnason esteve perto de reduzir após passe de Gylfi Sigurdsson. Contudo, o remate do médio saiu ligeiramente ao lado. Ainda assim, mesmo em cima do intervalo, a formação da casa chegou ao 3-0 por intermédio de Hélder Postiga, após cruzamento largo de Bruno Alves. O avançado desviou com intenção, a bola embateu na barra mas anichou-se no fundo das redes.


No segundo tempo a formação comandada por Paulo Bento continuou a dominar as operações e Ronaldo, na procura constante do golo, poderia ter marcado aos 46 minutos, mas o remate do jogador do Real Madrid CF embateu na barra. No minuto seguinte, a Islândia respondeu e chegou mesmo ao golo, após a marcação de um livre. Jonsson cabeceou para o coração da área e Hallgrímur Jónasson emendou com sucesso.


Até final a equipa da casa criou mais alguns lances de perigo mas a Islândia viria a reduzir para 3-2 aos 68 minutos, após a marcação de um canto. Jonsson voltou a estar na assistência e Jónasson aproveitou para bisar, com um excelente toque de calcanhar. Moutinho descansou os adeptos da casa aos 81 minutos, estabelecendo o 4-2, após cruzamento de Eliseu, que viria a fazer o 5-2 aos 87, após remate forte e colocado fora da área. Já em período de descontos os islandeses aproveitaram para estabelecer o 5-3 final após uma grande penalidade convertida por Gylfi Sigurdsson.


Portugal viaja até à Dinamarca na próxima terça-feira, discutindo com os dinamarqueses a liderança do Grupo H. Mesmo em caso de derrota, a turma das "quinas" fica em excelente posição para garantir um lugar no "play-off", uma vez que tem vantagem substancial sobre a Noruega na diferença de golos marcados e sofridos.

Um comentário:

  1. Fiquei muito feliz por encontrar este blogue. Eu também tenho um sobre a Selecção. Não é bem de notícias, é mais de opinião. Se quiserem ver... www.clubeseleccao.blogspot.com

    ResponderExcluir