quarta-feira, 18 de junho de 2014

Quim: «Há que limpar a imagem deixada no jogo de estreia»

Com Rui Patrício a debelar uma lesão muscular de grupo 1 na coxa esquerda - , é quase certo, de acordo com o dr. Henrique Jones, que o guarda-redes não recuperará até ao jogo com o Gana (dia 26) -, a prioridade de Paulo Bento foi escolher entre Eduardo e Beto o homem que ocupará a baliza de Portugal já no domingo frente ao Estados Unidos. Ao que Record conseguiu apurar, o eleito deverá ser Beto, o guarda-redes que teve uma época extraordinária ao serviço do Sevilha.

Para Quim, que ocupou a baliza da Seleção A 32 vezes, seja quem for o escolhido o objetivo é apenas um: "limpar" a imagem deixada na derrota com a Alemanha e assegurar uma vitória. 

"Os dois [Beto e Eduardo] têm qualidade para jogar. Quem entrar fará uma boa partida e vai ajudar a Seleção", afirmou o guardião do Aves à Rádio Renascença.

E prosseguiu: "Já não bastava a expulsão do Pepe e o facto de Coentrão e Hugo Almeida terem saído lesionados, agora o Rui [Patrício] com este contratempo. O que é preciso agora é trabalhar. Todos os 23 têm qualidade para lá estar e quem entrar irá continuar a fazer um bom trabalho. Não havendo rotinas, poderá haver um certo nervosismo [de quem entrar], mas depois de começar o jogo, o objetivo será cumprido. Não será fácil , mas acredito que com a união do grupo será possível seguir em frente no Mundial".

"É importante que as coisas sigam um rumo diferente. O último jogo não foi nada bom e, no pensamento de cada um, está a ideia de mudar a imagem que deixaram no outro jogo. Há que levantar a cabeça, esquecer o outro jogo, e vencer os EUA: só assim se pode pensar em seguir em frente", concluiu.

Nenhum comentário:

Postar um comentário