terça-feira, 4 de março de 2014

«Termos o melhor jogador do Mundo não traz mais pressão» - Paulo Bento.


Paulo Bento (foto ASF)
Paulo Bento recusa a ideia de que a presença de Cristiano Ronaldo no lote de 23 jogadores que vão representar Portugal no Campeonato do Mundo aumente a pressão da equipa das quinas em fazer uma boa campanha na competição que vai decorrer no Brasil.

«O facto de chegarmos ao Mundial com o melhor jogador do Mundo no nosso grupo não me parece que traga um acréscimo de pressão. O nosso objetivo seria sempre o mesmo. O que espero e desejo é que Ronaldo e os seus colegas possam chegar nas melhores condições físicas possíveis ao Mundial», afirmou o selecionador nacional, em conferência de Imprensa. 

À imagem do que vai acontecer no Brasil, também no Mundial de 2002, disputado na Coreia e no Japão, Portugal contava nas fileiras com o melhor jogador do mundo: Luís Figo. A equipa das quinas, porém, não foi além do penúltimo lugar no Grupo D, com apenas três pontos somados, ficando atrás da Coreia do Sul e dos Estados Unidos.

Paulo Bento, que na altura fazia parte do grupo comandado por António Oliveira, traçou as diferenças. 

«Infelizmente para nós, em 2002, o Luís Figo não chegou ao Mundial nas melhores condições físicas e isso pode ter-nos criado algumas dificuldades. Esperamos obter um resultado diferente no Brasil e, para isso, teremos de ser competentes», apontou.

Nenhum comentário:

Postar um comentário