terça-feira, 29 de outubro de 2013

FPF ESCREVE À FIFA

FPF escreve à FIFA
A FPF decidiu expor à FIFA, esta terça-feira, a indignação pelas declarações de Joseph Blatter sobre Cristiano Ronaldo, numa carta enviada para Zurique.

Fernando Gomes, presidente da Federação Portuguesa de Futebol, demonstrou, esta terça-feira, ter ficado desagradado com as mais recentes declarações públicas do Presidente da FIFA, Joseph Blatter, sobre o capitão da Seleção portuguesa, Cristiano Ronaldo.

O líder máximo do organismo que rege o futebol mundial assumiu que prefere ver Messi vencer a Bola de Ouro (em detrimento de Cristiano Ronaldo), referiu-se ao capitão da Seleção Nacional como "o outro", sem nunca referir o seu nome, teceu juízos de valor sobre aspetos da vida pessoal do internacional português e ainda imitou, de forma caricatural, a sua postura em campo.

O Presidente da FPF explicou, em declarações exclusivas ao fpf.pt, que não concorda com a abordagem feita por Blatter relativamente a Cristiano Ronaldo, pedindo ao mesmo tempo mais respeito pelo jogador do Real Madrid: "Não posso, de nenhuma forma, concordar com o posicionamento da pessoa que lidera o futebol mundial, ao tecer comentários sobre a Seleção Nacional e sobre aquele que é um dos símbolos do futebol português. Além do mais, parecem-me desajustados e inapropriados os termos em que são feitos, em que demostra claramente uma falta de respeito, quer com Cristiano Ronaldo, quer com Portugal", começou por dizer Fernando Gomes.

Gomes sublinhou tudo o que Cristiano Ronaldo representa para o futebol mundial: "Em nenhuma circunstância se pode colocar em causa a qualidade que o Cristiano traz para o futebol mundial, com a sua paixão, com a sua forma de jogar, com aquilo que consegue atrair: milhares e milhares de jovens têm o gosto pelo futebol. Hoje, dia em que soubemos que Cristiano Ronaldo foi um dos nomeados para a Bola de Ouro, não nos parece apropriado, adequado, que o senhor presidente da FIFA possa tecer comentários, dizendo - ele próprio - qual é a sua preferência entre um jogador e outro. O 'outro', o nosso, o Cristiano Ronaldo, é uma pessoa de bem, é uma pessoa entusiasmada pelo futebol, que faz do futebol a sua vida, que leva o futebol a todos os cantos do Mundo."

A concluir, o Presidente do organismo que superintende o futebol português revela a reação formal da FPF relativamente às declarações em causa: "Hoje mesmo tivemos o cuidado de enviar para o sr. Presidente da FIFA uma carta em que lhe solicitamos que nos transmita qual é a verdadeira intenção das suas palavras, porque em nenhuma circunstância podemos compreender que o presidente da FIFA possa tecer tais comentários a respeito de uma pessoa que deu, dá e continuará a dar muito ao futebol português e ao futebol mundial".


Nenhum comentário:

Postar um comentário