terça-feira, 6 de agosto de 2013

"Motivação deve ser a mesma frente a qualquer adversário" - Paulo Bento


Paulo Bento (foto ASF)
O selecionador nacional considera o particular com a Holanda do dia 14 de agosto, no Algarve, um mero jogo de preparação e não uma motivação extra para os próximos duelos oficias de qualificação para o Mundial de 2014.

«Não será uma questão de motivação mas sim de preparação. É um adversário que vai exigir coisas diferentes do que exigiram o Panamá e o Luxemburgo [ndr – particulares das últimas duas épocas em agosto]. É uma equipa com um potencial diferente e que defrontámos no Euro-2012. Em termos táticos, é um jogo diferente daquele que vamos ter em setembro [ndr – com a Irlandado Norte, de qualificação para o Mundial]. Em termos de motivação, não me parece que seja diferente. A motivação para representar a Seleção e para conseguir o objetivo, que é estar no Brasil, deve ser a mesma frente a qualquer adversário», disse em conferência de imprensa.

Por isso, Paulo Bento espera levar deste particular com a Holanda «coisas positivas» para o duelo com a Irlanda do Norte, a primeira de três finais que Portugal tem na qualificação para o Mundial do Brasil: «A preocupação é combinar a nossa forma de jogar, tentar testar uma ou outra solução nova, sabendo que teremos uma estratégia diferente em cada jogo, porque são equipas diferentes. Vamos tentar ser competitivos frente à Holanda para o sermos também frente à Holanda.»

Questionado sobre se os índices físicos dos jogadores neste início de temporada condicionarão o jogo: «Não creio que haverá problemas. Os jogadores já estão a trabalhar nos clubes há 4,5 semanas, o suficiente para fazermos um jogo positivo e competitivo.»

Nenhum comentário:

Postar um comentário