sexta-feira, 15 de junho de 2012


António Simões (foto ASF)
António Simões critica comportamentos de Ronaldo.


António Simões, ex-internacional português e antiga glória do Benfica, teceu duras críticas ao comportamento de Cristiano Ronaldo durante o campeonato da Europa, acusando-o mesmo de falta de maturidade para envergar a braçadeira de capitão da Seleção.


Em entrevista ao Diário de Notícias, Simões diz que «Ronaldo se expõe demasiado à crítica» e que «passa uma imagem de egocentrismo e irresponsabilidade, o que legitima o direito de qualquer português à crítica». E acusou: «Foi uma irresponsabilidade do senhor Scolari dar a braçadeira de capitão ao Cristiano quando ele era tão novo.»


Em conversa com A BOLA, o magriço confirma estas declarações e apresenta os motivos para as críticas ao avançado português.


«Para que fique claro, eu nunca critico o rendimento de um jogador. Tenho noção de que há dias melhores que outros. No entanto, há aspetos sobre os quais tenho legitimidade para criticar», começou por dizer António Simões, explicando.


«Não concordo com os comportamentos que o Ronaldo tem tido na Seleção. Exemplos? Não expressa contentamento quando ganha quando os colegas o fazem. Além disso, não festejar com os portugueses quando os restantes atletas o fazem é uma atitude egocêntrica. Um bom capitão é líder na hora da vitória e da derrota», disse.


Quanto à possibilidade destas declarações afetar a normal preparação da Seleção, António Simões é lacónico.


«Não faz sentido. Não podem afetar. Um jogador tem de estar preparado para receber críticas e continuar a fazer o seu trabalho. Era assim comigo. O que acho é que as pessoas devem ter a atitude adequada para que não existam motivos para as críticas. Mas que fique claro que não estou a criticar o rendimento do Cristiano, apenas as atitudes», justificou António Simões.

Nenhum comentário:

Postar um comentário