quarta-feira, 29 de fevereiro de 2012


Eugen Polanski em disputa com João Moutinho
Teste positivo.

Portugal empatou a zero com a Polónia na inauguração do novo Estádio Nacional de Varsóvia, em partida de preparação para o UEFA EURO 2012.


Apesar de jogar em casa, a Polónia sentiu dificuldades nos primeiros instantes perante uma Selecção Nacional atrevida, que criou perigo desde cedo. Aos quatro minutos, após boa combinação ofensiva, Nani disparou forte, com o guarda-redes Wojciech Szczęsny a efectuar uma defesa de recurso. No minuto seguinte Hugo Almeida voltou a colocar em sentido a defesa polaca com um remate rasteiro, muito perto do alvo.


Sem poder contar com Robert Lewandowski, devido a lesão, os polacos demoraram a responder, algo que aconteceu somente aos 13 minutos, após um remate de Ludovic Obraniak, que saiu ao lado. A partir daí, a formação comandada por Franciszek Smuda soltou-se um pouco mais, tendo conseguido equilibrar as operações no meio-campo.


Ainda assim, Nani voltou a testar os reflexos de Szczęsny aos 16 minutos, com o guardião do Arsenal FC a afastar para canto. Aos 20 minutos Portugal sofreu uma contrariedade já que ficou sem Fábio Coentrão, por lesão, com Nélson a entrar para o seu lugar.


Polónia e Portugal apresentavam, a espaços, bom futebol mas na hora da concretização algo parecia não funcionar, até que, num lance de contra-ataque, Portugal ficou muito perto do golo. Nani desmarcou Cristiano Ronaldo pelo lado direito, o extremo do Real Madrid CF ganhou posição de remate e proporcionou uma defesa fantástica a Szczęsny.


Na resposta, Ireneusz Jeleń também esteve perto do golo (aos 44 minutos), após desentendimento na defesa portuguesa, mas Rui Patrício fez bem a mancha, obrigando o atleta do LOSC Lille Métropole a rematar ao lado. Ainda antes do intervalo, Nani voltou a criar muito perigo mas o disparo rasteiro do jogador do Manchester United FC saiu junto ao poste.


No segundo tempo, a Polónia entrou decidida em chegar ao golo e Obraniak esteve perto de o fazer aos 52 minutos mas Patrício voltou a negar os intentos do médio do FC Girondins de Bordeaux. Até final as oportunidades rarearam, com o nulo a subsistir.


Ficou assim marcada com um empate a inauguração do Estádio Nacional de Varsóvia, recinto que irá receber cinco partidas da fase final do UEFA EURO 2012 (um desafio por jornada, uma partida dos quartos-de-final e uma meia-final).



Nenhum comentário:

Postar um comentário