segunda-feira, 27 de fevereiro de 2012


Nélson Oliveira quer marcar presença no EURO 2012
Cumprir um sonho.

Nélson Oliveira confessou que cumpriu “um sonho de criança”, por ter sido convocado para a Selecção Nacional, e disse que tem a esperança de estar no Euro 2012.
"Tenho esperança. Sei que é difícil porque a qualidade é muita. Tenho vontade de agarrar a oportunidade. Fiquei orgulhoso por ter sido convocado porque é um sonho que tenho desde criança", afirmou Nélson Oliveira, chamado pelo Seleccionador Paulo Bento para o jogo particular com a Polónia, na quarta-feira.


O avançado falava na concentração da "equipa das quinas", numa unidade hoteleira em Lisboa.


O atacante das “águias”, vice-campeão do mundo de sub20, confessou-se profundo admirador de Cristiano Ronaldo, por quem nutre forte simpatia, e disse querer afirmar-se pelas suas próprias qualidades.


"Admiro bastante Cristiano Ronaldo pelo seu trabalho, por ser um profissional exemplar e ser um grande jogador. Cada jogador tem as suas características. Os três avançados que estão aqui são de características diferentes. Posso acrescentar algo com o meu futebol. Espero poder ajudar", sustentou.


Para já, Nelson Oliveira prometeu "trabalhar" para que volte a ser chamado por Paulo Bento e sem querer traçar profecias, desejou que Portugal possa chegar "o mais longe possível" no Euro 2012.


Por seu turno, o lateral-direito Nélson, do Bétis de Sevilha, afirmou que deseja estar presente na fase final do Euro 2012, que se realiza na Polónia e Ucrânia, e que tudo fará para convencer Paulo Bento.


O jogador da equipa espanhola, que falava à chegada à concentração da seleção, em Lisboa, disse estar satisfeito por ter sido convocado.


"O meu objetivo é claro: estar neste grupo é um sonho que tenho e estou confiante que tudo vai correr bem. O mister mostrou que conta comigo e voltar depois de tanto tempo é um motivo de satisfação", asseverou.


Recuperado da lesão, Nelson espera agora que nada mais impeça a carreira ao longo desta temporada.


"Sempre tive o regresso no pensamento, senão não estava aqui. Foram nove meses de sofrimento e só com muita vontade e sacrifício consegui recuperar a cem por cento", concluiu.


A Selecção Nacional defronta a Polónia, no Estádio Nacional de Varsóvia, na quarta-feira, às 20:45 locais, num jogo arbitrado pelo israelita Alon Yefet.

Nenhum comentário:

Postar um comentário