segunda-feira, 3 de outubro de 2011

Carlos Martins espera ser útil à Selecção Nacional

Confiança no apuramento.

Uma eventual ausência de Portugal da fase final do Euro 2012 é algo que não passa pela cabeça dos jogadores da Selecção Nacional - Clube Portugal, garantiram, esta segunda-feira, os futebolistas Ruben Amorim, Carlos Martins e Hugo Almeida.


A recuperar de lesão e ausente da convocatória para os dois últimos confrontos do Grupo H, com Islândia e Dinamarca, Hugo Almeida, deslocou-se ao hotel onde se concentrou a Equipa das Quinas, mostrando-se desiludido por não poder dar o seu contributo, mas está confiante no sector atacante português, independentemente de quem vier a jogar de início frente à Islândia na sexta-feira, no Estádio do Dragão, ou na Dinamarca a 11 de Outubro. “Podem estar descansados com Postiga, Nuno Gomes, Ronaldo e todos os outros. Vamos ganhar. Portugal, onde quer que vá, não pode ter medo de ninguém. O grande objectivo é vencer”, disse o jogador que espera estar totalmente recuperado “dentro de duas semanas”.


Carlos Martins, médio que está no Granada, asseverou que, apesar das ausência de Pepe, Fábio Coentrão e Danny, a “equipa de todos nós” só pensa no triunfo e quem jogar de início tudo vai fazer para colmatar a ausência deste trio. “São três jogadores internacionais, com provas dadas. Se cá estivessem eram mais-valias, mas os que vão jogar na posição deles vão fazer tudo para que não se sinta isso. Eu espero ser útil à Selecção. Vai ser um jogo difícil contra a Islândia. Eles vão estar, com certeza, mais fechados, temos de ter paciência para chegar ao golo”, disse Carlos Martins.


O médio Ruben Amorim foi o primeiro a falar e salientou que se Portugal não conseguir o apuramento para o Euro2012 “será um fracasso”. “Portugal tem habituado as pessoas de estar sempre nas fases finais das grandes competições. Se isso não acontecer será um fracasso. Não pensamos sequer em falhar. É claro que acreditamos no apuramento”, defendeu.


Na concentração desta segunda-feira não compareceram Sereno, Paulo Machado, Beto, João Moutinho, Ricardo Costa, Rolando, Raul Meireles e Cristiano Ronaldo, que seguiram directamente para o Algarve, bem como Ricardo Quaresma e Miguel Veloso, que chegam mais tarde a Lisboa e não viajam com a comitiva lusa para o Vale do Garrão.

Nenhum comentário:

Postar um comentário