quarta-feira, 9 de fevereiro de 2011



Paulo Bento espera que a Equipa das Quinas faça um grande jogo frente a um adversário recheado de grandes jogadores.
Criar identidade

O Selecionador Nacional, Paulo Bento, na Conferência de Imprensa de antevisão do encontro de quarta-feira da Selecção Nacional-Clube Portugal diante da sua congénere Argentina, na quarta-feira, pelas 20h00 (21h00 locais) voltou a referir que o jogo com a Argentina não é um confronto Ronaldo-Messi e comparou o jogo de Genebra, ao duelo Ibérico frente à Espanha.


“A ideia é continuar a criar uma identidade na forma de jogar e de abordar os jogos e a ganhar”, disse o Seleccionador, recordando a postura da equipa nos dois jogos de qualificação para o Euro2012 e o particular frente à Espanha.


Paulo Bento defende que “não faria sentido” Portugal mudar agora a sua forma de encarar os jogos “frente a uma Seleção com o prestígio da Argentina”, mesmo tratando-se de um jogo particular.


O técnico disse esperar que a Equipa das Quinas faça "um grande jogo” frente a um adversário “recheado de grandes jogadores”, no confronto de quarta-feira, no Stade Genéve, na Suíça.


Voltou a recusar comparar Cristiano Ronaldo com Lionel Messi: “Já disse que essa não é a minha forma de abordar o futebol. O que queremos é potenciar as qualidades do Ronaldo no contexto colectivo e ao mesmo tempo fazer o inverso com o Messi, do lado dos argentinos”.

Nenhum comentário:

Postar um comentário