sexta-feira, 14 de novembro de 2014

«O sistema tático diz-me muito pouco» - Fernando Santos.

Fernando Santos, selecionador nacional, desvalorizou as questões dos jornalistas sobre qual o sistema tático a utilizar na partida desta sexta-feira, com a Arménia, salientando que está mais preocupado com «a dinâmica» que a equipa vai apresentar dentro de campo.

«O sistema diz-me muito pouco, o que interessa é a dinâmica da equipa. Vamos defrontar um adversário que joga com cinco defesas, com muita gente atrás da linha da bola. Teremos de encontrar a dinâmica perfeita. Se jogarmos de uma forma muito rígida, com cada um na sua posição, pareceremos uns pinheiros, cada um plantado no seu lugar. Eu quero é dinâmica que permita situações de finalização, que permita recuperar a bola e pressionar os adversários. No futebol não se deve retirar criatividade aos jogadores. Não devemos discutir o sexo dos anjos», argumentou Fernando Santos, em conferência de imprensa.

O selecionador português lançou ainda um alerta para os perigos de a equipa se apresentar pouco coesa frente à Arménia: «Não quero que a equipa entre em pânico e comece a dar pontapés para a frente, tipo chuveirinho. Se fizermos isso contra uma equipa que joga atrás da linha da bola, se não houver paciência nem objetividade, as coisas ficarão muito mais difíceis», disse.

Nenhum comentário:

Postar um comentário