sábado, 15 de novembro de 2014

«A equipa tinha confiança que o golo ia surgir» – Fernando Santos.

O selecionador de Portugal, Fernando Santos, reconheceu que sofreram para vencer a Arménia (1-0), mas salientou que os seus jogadores acreditaram sempre que o golo ia surgir.

«Estava à espera, porque tinha visto os jogos desta equipa. É uma equipa que tem dois jogadores muito rápidos na frente e sabia que era preciso paciência e pegar bem no jogo. A equipa tinha confiança que o golo ia surgir, mas foi uma vitória sofrida», afirmou Fernando Santos.

O selecionador temeu que as coisas ficassem mais perigosas para Portugal com o passar do tempo.

«A equipa da Arménia começou a acreditar que era possível manter o 0-0, nós também ficámos carregados de amarelos. Tinha dito aos jogadores que era preciso circular a bola mas estar atento aos ressaltos. Portugal mostrou isso, serenidade, tranquilidade. 

Durante o jogo vários lances na área da Arménia provocaram forte reação dos internacionais portugueses.

«Não posso falar dessas coisas. Penso que os árbitros podiam ter visto, mas vocês viram.»

Ricardo Quaresma voltou a ser determinante na vitória da equipa.

O Quaresma não é uma arma secreta é um jogador importante. Pareceu-me naquela altura que ele era preciso no jogo. Isso acabou por resultar.

Cristiano Ronaldo bateu o recorde de golos em europeus.
«É bom para ele e para a Seleção.»

Nenhum comentário:

Postar um comentário