quarta-feira, 3 de setembro de 2014

«Sou um jovem ambicioso» - Ricardo Horta.

Estreou-se a falar em conferência de imprensa como jogador da Seleção Nacional e diz que está a viver um sonho. A jogar em Espanha, no Málaga, Ricardo Horta espera ganhar a experiência necessária para manter o lugar entre as escolhas de Paulo Bento.

«Estou a viver um sonho. Sou um jovem ambicioso, que como todos sonha chegar à Seleção. Fui chamado e quero aproveitar esta oportunidade», disse o avançado, que garante ter sido bem recebido pelos companheiros e pelo selecionador:

«Todos fomos bem recebidos, eu, o Rúben Vezo e o Pedro Tiba. O grupo é fantástico. (...) O mister falou comigo e com os novos, deu-nos as boas-vindas e disse-nos que merecemos cá estar. Agora temos de trabalhar para lhe fazer ver que fez uma boa escolha.»

Depois de se destacar com a camisola do Vitória de Setúbal, Ricardo Horta despertou o interesse do Málaga que acabou por avançar para a sua contratação, mas houve sondagens dos “grandes”:

«Houve, mas nada de mais, falou-se mais pela comunicação social.»

O Málaga acabou por ser a escolha certa: «Depois da época que fiz no Vitória estava destinado a sair. Para mim o Málaga foi melhor opção pelo que fizeram pela minha contratação. Foi o melhor passo. (...) O campeonato espanhol é competitivo, com os melhores jogadores do Mundo, como Cristiano Ronaldo, que é para mim o melhor. Espero integrar-me e ser chamado mais vezes à Seleção.»

Agora dentro de uma Seleção que viu, pela televisão, falhar no Brasil, Ricardo Horta frisou que «o Mundial é passado»:

«Os portugueses nem têm de pensar nisso. Temos uma nova etapa de qualificação, o grupo está unido e quer mostrar que o Mundial já passou e conseguir o apuramento para o Euro de forma mais tranquila. A mensagem é de confiança, temos um grupo com qualidade e talento e podemos conseguir grandes feitos.»

Nenhum comentário:

Postar um comentário