sexta-feira, 30 de maio de 2014

«No passado teríamos chorado se Nani não fosse convocado» - Paulo Bento.

Paulo Bento voltou esta sexta-feira a ser questionado sobre a aposta em Nani para representar Portugal no Mundial do Brasil. O selecionador, que fazia a projeção do jogo de preparação com a Grécia, destacou o papel do extremo na manobra da Seleção e garantiu que o jogador do Manchester United tem-se apresentado em «excelentes condições» nos trabalhos da equipa das quinas.

«A influência dele na nossa forma de jogar não tem só a ver com a parte ofensiva do jogo, mas também com a parte defensiva. Para nós é muito importante a forma como defendemos», começou por explicar Paulo Bento.

«Este ano ele teve um contexto de maior dificuldade, nalguns casos por problemas físicos, noutros por opção, legítima, do seu treinador de não o colocar a jogar. Está no estágio connosco em excelentes condições, treinou-se sempre com uma atitude extremamente positiva e focado naquilo que tem de fazer», enalteceu, lembrando, contudo, ter à disposição entre os 23 convocados «mais soluções no caso de as opções serem outras».

Paulo Bento repisou a celeuma que envolveu a presença de Nani nos eleitos para a fase final do Campeonato do Mundo que se avizinha.

«Foi um jogador que causou alguma conversa pelo facto de agora vir. Há quatro anos estaríamos se calhar quase todos a chorar por ele não vir. O futebol muda em muito pouco tempo, apesar de quatro anos não ser assim tão pouco tempo», constatou.

Nenhum comentário:

Postar um comentário