quinta-feira, 29 de maio de 2014

«Já passaram muitos anos desde a final com a Grécia» - Rúben Amorim.

Rúben Amorim garante que ninguém estará a pensar no jogo da finaldo Euro-2004 (em que Portugal perdeu com a Grécia) quando, no próximo sábado, no Jamor, as duas seleções se voltarem a encontrar. 

«Estamos felizes por jogar no Jamor, depois estamos concentrados a preparar o Mundial. Não tem nada a ver com o Euro-2004. Já passaram tantos anos, tantas fases finais, o nosso objetivo é jogar bem e ganhar», salientou. 

No que diz respeito a objetivos para o Mundial, o médio é cauteloso nas palavras: «Pensamos jogo a jogo. A maioria das equipas na fases finais cresce jogo a jogo.» 

A Alemanha, por ser o primeiro adversário, é, para já o principal foco de Portugal. 
«Para já estamos a trabalhar a nossa forma de jogar. Mais próximo dos jogos é que temos mais informações sobre os adversários. Claro que sabemos que são três seleções fortes, mas temos de nos focar na Alemanha que é o primeiro jogo. É uma equipa forte e tem a vantagem de ter vários jogadores do mesmo clube. Temos de nos focar em nós e preparar esse jogo», referiu. 

Sobre a posição que prefere ocupar no terreno, Rúben Amorim diz que se adapta bem: «Na seleção jogamos com três no meio-campo, um mais recuado, dois mais à frente, não tenho preferência. Faço as duas posições no Benfica e como já me habituei, não me fez diferença.»

Nenhum comentário:

Postar um comentário