quinta-feira, 14 de novembro de 2013

«Os meus colegas respeitam-me» - Nani.


Nani (foto ASF)
15 de outubro de 2013. Coimbra. Portugal vence o Luxemburgo por 3-0. Nani cumpre a sua 70.ª internacionalização e, em face da ausência da Cristiano Ronaldo, enverga pela primeira vez a braçadeira de capitão da equipa das Quinas. 

«Senti-me orgulhoso por capitanear a seleção do meu País, mas o mais importante foi termos ganho. Joguei bem, ajudei a equipa e espero continuar a fazê-lo para disputarmos o Mundial», disse o extremo, em declarações ao site oficial do Manchester United.

«Todos os meus colegas me respeitam e foi por isso que recebi a braçadeira de capitão», referiu.

Nenhum comentário:

Postar um comentário