quinta-feira, 15 de agosto de 2013

«Não penso em bater recordes» - Cristiano Ronaldo


Cristiano Ronaldo (foto ASF)
Com 40 golos apontados por Portugal – a um de Eusébio e a sete de Pauleta -, Cristiano Ronaldo, autor do tento do empate da equipa das quinas no ensaio com a Holanda, garante não viver obcecado em bater recordes mas acredita que, mais cedo ou mais tarde, vai tornar-se o melhor marcador de sempre da Seleção Nacional.

«Não penso em bater recordes. As coisas acontecem naturalmente. Tanto no meu clube como na Seleção tento dar o meu melhor e ajudar a alcançar os objetivos. Se conseguir bater fico feliz, se não, o Mundo não acaba. Tudo indica que sim [chegar aos 47 golos], porque tenho mais uns anos à frente pela Seleção. Mas não vivo obcecado por isso. Mais cedo ou mais tarde, isso vai acontecer», perspetivou o capitão da Seleção Nacional, que se congratulou com a derrota da Rússia na Irlanda do Norte:

«Traz mais motivação, mas também nos deixa em alerta, porque o nosso próximo jogo é contra eles [Irlanda do Norte]. Não há jogos fáceis, a Rússia estava em primeiro e perdeu com eles. Temos de estar preparados».

Sobre o ensaio com a Holanda, considerou que o empate não fez jus à exibição lusa: «Foi um jogo extremamente importante, contra uma seleção muito boa. Pessoalmente, gosto mais de jogar contra equipas fortes do que contra as teoricamente mais fracas. Foi um jogo de preparação muito bom, os jogadores estiveram muito bem e merecíamos ganhar, porque fomos superiores à Holanda».

Nenhum comentário:

Postar um comentário