quinta-feira, 6 de junho de 2013

«Temos a convicção tremenda de que conseguiremos o nosso objetivo» - Paulo Bento


O selecionador nacional assume que a Rússia será ‘osso duro de roer’, mas salienta que a equipa das quinas está confiante de que poderá somar os três pontos e continuar na rota da qualificação para o Mundial-2014.

«Neste momento estamos em pior posição que o nosso adversário de amanhã, que está mais confortável por estar à frente do grupo e com menos jogos realizados, mas cabe-nos competir da melhor maneira e ir atrás do objetivo que tivemos em todos os outros jogos, que é tentar ganhar. Não vamos fugir disso, sabendo que do outro lado está uma equipa que está por mérito próprio na frente do grupo e que tem grande qualidade, prova disso é ter vencido os quatro jogos anteriores sem sofrer qualquer golo», afirmou Paulo Bento, concluindo:

«Vamos depararmo-nos com muitas dificuldades, mas temos a convicção tremenda de que conseguiremos o nosso objetivo.»

Questionado sobre o caráter decisivo da partida, Paulo Bento referiu: «É um jogo importante, não há que esconde-lo, sabemos que estamos mais pressionados, mas é uma realidade com a qual temos de saber conviver, sempre com a firme convicção de que jogaremos para conquistar três pontos.»

Para tal, o selecionador nacional assumiu que Portugal terá de tomar a iniciativa do jogo, com índices de agressividade elevados, sempre com critério. E alertou: «Não nos podemos deixar condicionar com alguma ansiedade que possa surgir por se querer resolver tudo rapidamente.»

Nenhum comentário:

Postar um comentário