quinta-feira, 21 de março de 2013

«Não existem jogos de vida ou de morte» - Paulo Bento



Paulo Bento (foto ASF)
O selecionador nacional insiste que o jogo desta sexta-feira com Israel, em Telavive, não é decisivo para o apuramento da equipa das Quinas para o Mundial de 2014.

«Não existem jogos de vida ou de morte. Os jogadores sabem que, para mim, não existem esse tipo de jogos e que o desafio de amanhã não é um jogo com esse cariz. Se é um jogo importante? Com certeza. Se estamos um pouco mais pressionados do que estávamos quando iniciámos a qualificação? É evidente que sim. Mas continuo a dizer o mesmo: Não é um jogo decisivo», disse Paulo Bento, frisando que Portugal tem qualidade para fazer frente às dificuldades que a formação israelita irá colocar em campo:

«É uma equipa que gosta de construir, com jogadores tecnicamente evoluídos, alguns com muita experiência na seleção. Espera-nos um jogo e um ambiente difícil. Ao mesmo, isso vai dar-nos motivação, sabendo que temos jogadores experientes, adaptados e capacitados para jogar em qualquer ambiente, motivados pelo objetivo de chegar ao Mundial.»

Nenhum comentário:

Postar um comentário