quarta-feira, 20 de março de 2013

Apesar de importantes para as aspirações lusas na qualificação para o Mundial de 2014, Pepe descarta o caráter decisivo dos encontros diante de Israel e Azerbaijão.



Dupla responsabilidade
No dia em que a Equipa das Quinas viaja para Telavive, o central luso afirmou que o único objetivo do grupo é marcar presença na fase final do Mundial do Brasil, em 2014, e que para isso é necessário vencer os jogos diante de Israel e Azerbaijão. "São jogos bastante importantes e que queremos ganhar para estarmos presentes no Mundial, mas não são decisivos. Queremos muito estar no Mundial e não passa pela cabeça de nenhum jogador não estar no Mundial, mas sabemos que a nossa tarefa não será fácil. Vamos jogar longe de Portugal, mas continuamos a respeitar a camisola que vestimos e as pessoas que acreditam em nós, por isso queremos estar a cem por cento nestes dois jogos."

Por se tratar do próximo encontro da Seleção Nacional, Pepe considera o jogo diante da formação israelita o mais complicado. "É o próximo jogo, por isso é o mais difícil. Conheço, sobretudo, os jogadores que alinham em Espanha e são muito bons. Se queremos ganhar, comandar o jogo e garantir a qualificação, temos de estar muito concentrados. Teremos de impor o nosso estilo e enfrentar o jogo com seriedade."

A viagem da formação lusa para Telavive está agendada para as 14h30 desta quarta-feira. Pelas 12h45, da próxima sexta-feira, os comandados de Paulo Bento entrarão em campo, diante de Israel, seguindo-se o Azerbaijão, a 26 de março, pelas 17h00.

Nenhum comentário:

Postar um comentário