sexta-feira, 21 de dezembro de 2012

O Presidente da FPF, Fernando Gomes, mostrou-se surpreso com as acusações de que foi alvo o médio luso.


Solidário com Raúl Meireles

O Presidente da Federação Portuguesa de Futebol, Fernando Gomes, mostrou-se solidário com Raúl Meireles que foi castigado em doze jogos pelo comité disciplinar da liga turca que recebeu do relatório do árbitro do jogo que opôs o Fenerbahce ao Galatasaray a informação que o médio luso o cuspiu, fez gestos insinuando que seria homossexual e o ofendeu na sua língua materna. 

Raúl Meireles já refutou as acusações de que foi alvo. 1Em declarações ao fpf.pt, Fernando Gomes mostrou-se solidário com o médio luso que lembrou conhecer há imenso tempo. “É com muita surpresa que vejo serem-lhe atribuídos estes atos”, referiu. 

Oiça as declarações do Presidente:

Nenhum comentário:

Postar um comentário