sexta-feira, 8 de junho de 2012


Paulo Bento pretende que Portugal dispute o jogo diante dos germânicos do primeiro ao último minuto.
Com confiança.

A Selecção Nacional cumpriu, esta sexta-feira, o treino oficial na Arena de Lviv, na véspera de defrontar a Alemanha no seu primeiro encontro a contar para o Euro 2012.


Durante os 15 minutos do treino abertos à Comunicação Social, os 20 jogadores de campo, realizaram alguns exercícios de aquecimento com bola, enquanto os guarda-redes cumpriram trabalho específico.


A partida entre lusos e germânicos, que será arbitrado pelo francês Stéphane Lannoy, está agendada para as 19h45 (21h45 locais).


“Temos confiança”
Na Conferência de Imprensa de antecipação da partida de amanhã, o Seleccionador Nacional assumiu que a utilização do extremo Nani, que regressou aos treinos na quinta-feira, é a única dúvida para a partida da estreia lusa no Euro 2012.


"O Nani só treinou ontem (quinta-feira), irá fazer o treino de hoje e depois iremos avaliar qual a sua condição. Veio de alguns dias de paragem devido a uma lesão no mesmo sítio onde teve uma lesão anteriormente. Esperamos até amanhã [sábado] para ver se o utilizamos", explicou Paulo Bento.


No caso de não poder utilizar o extremo do Manchester United, Paulo Bento reconheceu a necessidade de apresentar "um jogador com características diferentes", mas rejeitou abdicar da "base, da filosofia" da Selecção.


"A única coisa que vos posso dizer é que não tenho dúvida nenhuma, a não ser aquela que já mencionei por outros motivos, mas não irei divulgar quem vai jogar como `trinco'", sublinhou Paulo Bento.


O Seleccionador pretende que Portugal dispute o jogo diante dos germânicos "do primeiro ao último minuto" e reiterou a ambição de "alcançar um bom resultado, que é uma vitória".


"As nossas hipóteses passam por jogar olhos nos olhos com uma grande Selecção. Os nossos jogadores estão habituados a grandes jogos, temos confiança na organização, queremos jogar e competir, sabendo que do outro lado está uma grande equipa em termos coletivos e individuais", salientou.


Paulo Bento recordou a dificuldade que Portugal teve no apuramento, atribuindo-o ao "esforço, qualidade e talento dos jogadores", para valorizar a motivação de participar numa grande competição, acrescentando que "uma equipa tem de tentar jogar sempre com alegria.


Não faz sentido ir para um jogo de futebol sem alegria, sem prazer, sem satisfação".


O técnico salientou ainda que o futebol "é uma das poucas atividades" em que Portugal pode competir com a Alemanha e que "um bom jogo e um bom resultado, alicerçado na qualidade e organização dos jogadores" poderá animar o País.


Paulo Bento, realçou que a formação germânica tem "muito poucos pontos débeis".


O técnico voltou a referir o contra-ataque alemão como o maior perigo para a Equipa das Quinas, advertindo que os jogadores portugueses têm de "saber o que fazer, sem rejeitar a posse de bola" e apresentar-se com "elevados níveis de concentração."


Cristiano Ronaldo confiante
O avançado Cristiano Ronaldo recusou a responsabilidade de "salvador da pátria", mas revelou estar confiante de que a Selecção Nacional consiga uma "grande campanha" no Euro 2012, na véspera da estreia frente à Alemanha.


"Não sou o salvador da pátria, o mais importante é o coletivo", frisou o capitão da Selecção, salientando estar com "uma grande ilusão de que Portugal possa fazer uma grande campanha".
O avançado assegurou que a Selecção "está bem, está confiante, está preparada" e que a união do coletivo vai ser demonstrada "dentro de campo".


"Em 2004 estivemos perto de ganhar o Europeu, em 2008 também. Quem sabe, poderá ser este ano. Eu acredito, vamos ver no que isto vai dar. Espero que Portugal possa ser a grande surpresa deste Torneio, espero entrar amanhã [sábado] com o pé direito e fazer um grande resultado", referiu Ronaldo, explicando que a "Alemanha ganha pelo seu coletivo, é uma equipa muito compacta e por isso é que normalmente têm mais êxito que os outros".


Cristiano Ronaldo disse considerar a Selecção alemã como "uma das mais fortes do Europeu" e que "não tem muitas coisas fracas" e que, "como sempre, tem uma grande equipa, com jogadores fortes, lutadores".


“Eu quero acabar bem esta grande temporada, em que conquistei o título em Espanha, mas agora estou na Selecção Nacional. É o meu País, a equipa que eu apoio, não somos favoritos, é bom para nós porque tira-nos pressão, e eu acredito nesta equipa. Vamos ter um jogo difícil, mas no futebol nunca se sabe o que pode acontecer", referiu o avançado, reconhecendo "é sempre uma dura batalha ganhar à seleção alemã".


Prometendo "procurar a vitória", Ronaldo admitiu que "se não der, o empate não será um mau resultado", considerou-se um "privilegiado" por integrar a Selecção lusa e revelou a sua vontade de retirar algum prazer da competição.


"Estamos aqui para competir, independentemente de ser frente a uma das selecções mais fortes do Europeu. Estamos também para desfrutar, isto é um jogo de futebol, queremos jogar, jogar bem, e divertir-nos. Estou muito confiante de que vamos fazer um grande jogo", referiu Ronaldo.


Sem ansiedade na véspera do jogo, Ronaldo sublinhou que também não vê esse sentimento nos restantes selecionados, admitindo que "talvez no dia do jogo a adrenalina esteja mais ativa".


O avançado "merengue" reconheceu ter cumprimentado os "companheiros de equipa e amigos", sem ter adiantado muito a conversa: "Até porque não quero dar muita confiança”, brincou, acrescentando que” foi uma conversa breve, disseram que estavam contentes e eu também estou, por isso vamos ver quem sai mais contente amanhã".


Apesar das recentes grandes penalidades falhadas, frente ao Bayern Munique e à Selecção turca, Ronaldo disse esperar continuar a marcar os "penaltis", enquanto Paulo Bento respondeu de imediato: "Vai, vai".


"Acho que durante o ano estive muito bem nos `penaltis' e, nos últimos tempos, acabei por falhar, também tenho de dar mérito aos guarda-redes que os defenderam. Só falha quem marca e, se continuar a marcar, vou dar o meu melhor, como sempre", rematou.

Nenhum comentário:

Postar um comentário