quarta-feira, 6 de junho de 2012


Bruno Alves (foto ASF)
«A Alemanha acha que é melhor? No sábado logo vemos quem é melhor!» - Bruno Alves.

Na Alemanha, muito se tem falado sobre a seleção portuguesa. Sobre a falta de golos e sobre a fragilidade da defesa, mais precisamente, com títulos de jornal como «Este Portugal não assusta ninguém», por exemplo. Para Bruno Alves, no entanto, os alemães podem continuar a falar, porque será no campo, no próximo sábado, que se farão as contas.


«Eles criticam-nos e dizem que são melhores? No sábado logo vamos ver quem são os melhores! Trabalhamos arduamente para corrigir os nossos erros e melhorar, por isso acredito que vamos estar bem na estreia. O facto de eles dizerem que a nossa defesa é fraca não nos preocupa. Temos jogadores do melhor nível em todas as posições, tanto no ataque como na defesa, por isso seja quem for que jogue vai fazê-lo bem e dando o máximo», salientou o defesa, na Conferência de Imprensa desta manhã.


E nem o facto da Seleção Nacional ter descido cinco lugares no ranking da FIFA, ocupando agora a 10.ª posição, ou o facto de uma sondagem hoje revelada afirmar que só, 20 por cento dos portugueses acredita na passagem além da fase de grupos, preocupa Bruno Alves.


«Quando ganhamos não somos os melhores do mundo, tal como quando perdemos não somos os piores. Tem de haver um meio-termo. Em quinto não éramos os melhores, e não é por termos descido para 10.º que agora somos os piores. Quanto a só 20 por cento acreditar numa boa prestação... A seleção precisa é de quem a apoie! E tenho a certeza que os portugueses vão fazer isso mesmo, durante a competição», defendeu.


O defesa-central disse ainda que jogar com Veloso ou Custódio à frente «é indiferente e uma opção que só pertença a Paulo Bento», que «todos os centrais têm igual qualidade» e que não tem nenhum plano especial para travar Mário Gomez, «já que fundamental é parar todo o coletivo da Alemanha».

Nenhum comentário:

Postar um comentário